15 de dezembro de 2009

Bebê:


'Nós, gatos, já nascemos pobres.
Porém, já nascemos livres.
Senhor, senhora, senhorio.
Felino, não reconhecerás.'